Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Saída da Caixa

"Assim como a flor de lótus, todos temos a habilidade de crescer a partir da lama, florescer na escuridão e irradiar a nossa beleza ao mundo"

"Assim como a flor de lótus, todos temos a habilidade de crescer a partir da lama, florescer na escuridão e irradiar a nossa beleza ao mundo"

31
Ago21

Choro

publicado por Tânia Teixeira

359_1395.jpg

 

Brotam lágrimas dos meus olhos. 

Sem saber porquê, aceito-as e deixo-as percorrer o meu rosto. São lágrimas emergentes, que corrompem de um choro contido, de um sofrimento oprimido.

Deixo-as cair, para que a minha alma se limpe e purifique.

Deixo-as cair para que o equilíbrio se restaure. Permito-me ser vulnerável, por muito que me sinta indefesa, diferente e até inferior.

Hoje escolho não mascarar mais a minha dor, hoje decido ser eu com todas as minhas fragilidades e imperfeições

A partir de hoje escolho aceitar e respeitar o meu sentir.

Escolho aceitar cada cicatriz, cada marca que a vida imprimiu em mim. 

Escolho olhar para o espelho e amar a imagem devolvida...

Porque hoje decido ser simplesmente EU.

 

 

05
Ago21

Sentimentos de outros tempos

publicado por Tânia Teixeira

Olá Ansiedade!

O meu nome é Tânia, e hoje decidi dar-te a oportunidade de te mostrares. Sei que estás aqui com algum intuito, mas diz-me o que queres e baixarei a guarda. Quando te manifestas assustas-me sabes...

Sinto coisas estranhas no meu corpo. Sinto o meu chão a fugir-me debaixo dos meus pés. O meu coração bate forte, o meu estômago contorce-se e, simplesmente,não sei lidar muito bem com todo este turbilhão interno. Porque me fazes isto?

O que me queres dizer ou mostrar?

Tento travar-te e fazer de conta que não existes, mas tal como eu, és teimosa, muito teimosa. Insistes e persistes, apareces e permaneces no meu corpo, até que te olhe de frente. Mas sabes? Tu assustas! Chegas de forma abrupta e toldas o meu discernimento. Talvez tenhas boas intenções, talvez existas porque outrora me protegeste, mas peço-te, não sejas tão dolorosa. O que queres de mim?

Precisas da minha atenção? Precisas que perceba a tua importância e que te olhe nos olhos? Assim farei, mas por favor baixa a intensidade. Prometo ouvir-te e deixar que me guies, mas por favor diminui a minha dor.

Talvez apenas precises que aceite a tua existência, que te dê espaço, para seres simplesmente TU. E sabes, acho isso mais que justo. Prometo viver o agora e não deixar que a minha mente te alimente em demasia. Uma ansiedade fit parece-me bem. Eu aceito-te OK? Aceito-te como parte de mim, mas por favor não te sobreponhas à minha resistência.

Vamos combinar uma coisa? Coabitamos no mesmo espaço em equilíbrio, eu respeito-te, tu respeitas-me, e assim poderemos ser felizes para sempre. Parece-te bem?

Não levantes mais a tua voz, prometo ouvir-te todos os dias, prometo dar-te a minha atenção, e sei que assim podemos ter uma relação harmoniosa.

Assim é, já lá vão 5 anos.

406_1570.jpg

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Favoritos

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub